Login:    Senha:   
(19) 3318-4332 / (19) 3318-3614
contato@escritoriocontabilbrasil.com.br

Um novo conceito
Em contabilidade
Contrate nossos serviços

Tabela

Aqui você confere as tabelas práticas para rápida consulta.

 

 

Salário Mínimo

 

 

Salário Mínimo Federal a partir de 1 de janeiro de 2020: R$ 1.039,00

Salário Mínimo Federal a partir de 1 de fevereiro de 2020: R$ 1.045,00

 

Salário Mínimo Paulista a partir de 1 de abril de 2019:

O mínimo estadual é voltado para trabalhadores da iniciativa privada que não possuem piso salarial definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho. Em 2019, serão duas faixas salariais mínimas:

 

R$ 1.163,55 (para domésticos, agropecuários, ascensoristas, motoboys) e

 

R$ 1.183,33 (para operadores de máquinas, carteiros, cabeleireiros, trabalhadores de turismo, telemarketing)

 

 

Tabela do Imposto de Renda

 

Tabela Progressiva para o cálculo mensal do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física a partir de 1 de abril de 2015. 

 

Base de Calculo mensal em R$

Aliquota %

Parcela a deduzir do imposto em R$

Até 1.903,98

-

-

De 1.903,99 até 2.826,65

7,5

142,80

De 2.826,66 até 3.751,05

15

354,80

De 3.751,06 até 4.664,68

22,5

636,13

Acima de 4.664,68

27,5

869,36

Dedução por dependente: R$ 189,59

 

Rendimentos de Capital: 

 

Fundos de longo prazo e aplicações de renda fixa, em geral:

- 22,5% para aplicações com prazo de até 180 dias; 
- 20,0% para aplicações com prazo de 181 até 360 dias; 
- 17,5% para aplicações com prazo de 361 até 720 dias; 
- 15,0% para aplicações com prazo acima de 720 dias;

 

Fundos de curto prazo:

- 22,5% para aplicações com prazo de até 180 dias; 
- 20,0% para aplicações com prazo acima de 180 dias;

 

Fundos de ações:

- 15%;

 

Aplicações em renda variável:

- 0,005%;

 

Remessas ao Exterior: 25% (rendimentos do trabalho, com ou sem vínculo empregatício, aposentadoria, pensão por morte ou invalidez e os da prestação de serviços, pagos, creditados, entregues, empregados ou remetidos a não-residentes) e 15% (demais rendimentos de fontes situadas no Brasil);e

 

Outros Rendimentos: 30% (prêmios e sorteios em dinheiro), 20% (prêmios e sorteios sob a forma de bens e serviços), 1,5% (serviços de propaganda) e 1,5% (remuneração de serviços profissionais).

 

 

Tabela Desconto INSS

 

Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração a partir de 1º de janeiro de 2020.

 

 Salário de Contribuição (R$)

Alíquota INSS

até 1.830,29

8%

de 1830,30 até 3.050,52

9%

de 3.050,53 até 6.101,06

11%

 

Salário Família

 Salário de Contribuição (R$)

Valor Quota

até 1.425,56

 R$         48,62

 

Fazem jus ao salário família aqueles cujo salário estão dentro da faixa de contribuição, tem filhos menores de 14 anos – o valor é multiplicado pelo número de dependentes – ou sem limite de idade para quem tem filho portador de necessidades especiais periciados pelo INSS.

 

O(s) dependente(s) menores de 6 anos de idade deve(m) estar com a caderneta de vacinação atualizada, e o(s) dependente(s) com idade entre 7 e 14 anos deve(m) estar obrigatoriamente matriculado(s) na escola, ter comprovação de frequência escolar para que possam receber o salário família.

 

Contruintes Facultativos

 

Para os empresários também está disponível uma tabela que regulamenta as taxas de renda conforme categorias.

 

Empresários – 11%

Autônomos (PF) – 20%

Autônomos (PJ) – 11%

Individuais e facultativos – 11% (sobre um salário mínimo)

 

Estas categorias tem os limites de R$ 671,12, R$ 1.220,21, R$ 671,12 e R$ 114,95 respectivamente.

 

Considera-se remuneração mensal do segurado o valor total do respectivo salário de contribuição, ainda que resultante da soma dos salários-de-contribuição correspondentes a atividades simultâneas.

 

O direito à cota do salário-família é definido em razão da remuneração que seria devida ao empregado no mês, independentemente do número de dias efetivamente trabalhados.

 

Todas as importâncias que integram o salário-de-contribuição serão consideradas como parte integrante da remuneração do mês, exceto o décimo terceiro salário e o adicional de férias previsto no inciso XVII do art. 7º da Constituição, para efeito de definição do direito à cota do salário-família.

 

A cota do salário-família é devida proporcionalmente aos dias trabalhados nos meses de admissão e demissão do empregado.

 

Selic

Para saber sobre a Taxa de Juros Selic acesse: http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/pagamentos-e-parcelamentos/taxa-de-juros-selic

 

IGPM (FGV)

Para saber sobre o Índice Geral de Preços de Mercado da Fundação Getúlio Vargas acesse: http://www.portalbrasil.net/igpm.htm

 

IPCA (IBGE)

Para saber sobre o Índice Nacional de Preços de ao Consumidor Amplo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística acesse: http://www.portalbrasil.net/ipca.htm

 

DÓLAR COMERCIAL

Para a cotação do dólar acesse: http://economia.uol.com.br/cotacoes/cambio/dolar-comercial-estados-unidos

 

BMF&BOVESPA

Para a Bolsa Mercantil e Futuros e a Bolsa de Valores de São Paulo  acesse: http://www.bmfbovespa.com.br/home.aspx?idioma=pt-br

 

IMPOSTÔMETRO

Para saber o quanto os brasileiros pagam de impostos  acesse: http://www.impostometro.com.br

 

Escritório Contábil Brasil